pão, pizza e cesta

pao_web.jpg

O primeiro feriado de novembro passou voando. Recebemos amigos em casa, passeamos bastante, comemos um outro tanto e quando tinha um tempinho em casa, eu fiz cesta.

Nosso amigo trouxe de presente um levain, um fermento vivo que você tem que ir alimentando toda semana e que dá para ir usando infinitamente para fazer pães e pizzas. Eu não sou a padeira da casa, mas fiquei feliz com a empolgação dos meninos e mais ainda quando tinha esse pão maravilhoso, quentinho e cheiroso na mesa do café. Sério, poderia comer infinitamente. 

Uma das coisas boas de receber amigos é ter a desculpa perfeita para fazer todos aqueles passeios que você acha legal mas nunca vai ou mesmo para visitar novamente seu lugares favoritos. 

walter e cesta_ copy.jpg

De noite, já bem cansados em casa, enquanto colocava o papo em dia e esperava para comer alguma delícia, lá estava eu, enrolando a lã na corda de sisal.  É mesmo um vício.

Na última noite juntos, colocamos o levain para trabalhar em algumas pizzas e constatamos que embora as pizzas que fizemos até aqui sejam muito boas, uma pizza com massa de fermentação prolongada, é realmente muito melhor. 

pizza_web.jpg

Por fim, no domingo fiz tudo que mais gosto: tomei um café da manhã longo, arrumei a casa e cuidei das plantas, assisti a um documentário bem legal e terminei minha cesta.

A semana começou com um sentimento de contentamento tranquilo e a manhã de segunda-feira foi bem produtiva e consegui inclusive tirar fotos da cesta nova antes de sair para o trabalho: 

simplee_cestoG_web.jpg

Fiquei feliz em ver em que 10m de corda podem se tornar. E já quero começar outra. :)