fika

Começo esse post com algo que escrevi semana passada no instagram da Simplee e com a imagem do suporte para ovo em concreto junto ao jogo americano que estampei à mão:

“A “horinha do café” pra mim sempre foi sagrada. E ela se intensificou em 2012, quando o ritual do “café com friends” se firmou como uma das melhores horas do dia. Mais ou menos nessa época eu fiquei viciada em comer ovo quente, de manhã e de tarde. Na época eu não tinha um suporte assim. E por isso não foi difícil resolver fazê-lo. Acho que é minha peça favorita porque ela tem uma história e me lembra de um tempo bom. ❤ “ 

Bom, esses dias estava vendo o canal GNT na casa do Alfredo (meu amigo querido que me dá teto quando estou em sp) e começou a passar um programa de culinária (óbvio, lá só passa coisa de gastronomia, de decoração ou de bebê haha). 

Fui procurar agora e o programa é o da Rachel Khool. Tantos anos sem tv me deixaram bem desatualizada pois nunca ouvi falar sobre a menina. Então, no episódio ela estava na Suécia, viajando para se inspirar (ô vida chata!) e ela contou sobre o “fika”. 

Eu não conhecia, mas “fika” é a palavra usada pelos suecos para uma pausa, geralmente acompanhada de café e alguns doces tradicionais, como o “kannelbulle” ou bolo de canela, que enrolado em forma de caracol, lembra um brioche. 

O que me atraiu nessa tradição é a importância dada ao momento, uma pausa quase que sagrada para relaxar, apreciar uma refeição, um café ou mesmo um suco em boa companhia ou sozinho (porque estar consigo mesmo é estar ótima companhia, diga-se de passagem).

E coincidentemente na mesma semana, dias depois, apareceu no meu email algo sobre o “fika”. Há anos assino a newsletter do Trend Tablet e é uma das únicas newsletters que eu abro, leio e acompanho e lá estava um artigo sobre o “fika”. Em um dos parágrafos o artigo diz assim:

“The rest of the world is catching on with this cosy and, apparently highly productive Swedish tradition. From Dutch articles on fika as a Swedish cure to work stress and Italian articles claiming fika as the secret to work happiness, to fika travel guides on The Guardian, the fika revolution is surely gaining a lot of attention. Fika is regarded as one of the main reasons for the Swedes’ high productivity and creativity levels. It is so effective that the Swedish government made it mandatory. These frequent and constant breaks make employees more efficient, increase productivity, and create space for the best ideas and decisions to happen.”

Na “gestação” da Simplee escrevi diversas vezes sobre o que fazia sentido pra mim, o que me motivava e sempre caía nas coisas pequenas do dia a dia e o que me vem à mente quando penso no que mais gosto e aprecio. O que sempre me ocorre são coisas/momentos simples do nosso cotidiano como o cheirinho de café, os jantares e reuniões com os amigos (ai que saudade!), almoços familiares, o cafezinho da tarde com bolo. Enfim, pra mim, são estes momentos que fazem a vida valer a pena e de certo modo, foram eles que me impulsionaram a fazer os objetos da Simplee. Eles são “a cola” de tudo, digamos.